Motores Fiat 1.0 6V (3cils.) e 1.3 8V (4cils.) Firefly

Motores Fiat 1.0 6V (3cils.) e 1.3 8V (4cils.) Firefly

Lançados no final de 2016, os motores Fiat Firefly podem ser encontrados em duas versões: a de 3 cilindros, com 1.0 litro e apenas 6 válvulas, e a de 4 cilindros, com 1.3 litro e 8 válvulas.

Apesar de possuírem um projeto recente, os motores Firefly adotam a simples e tradicional combinação de árvore de comando de válvulas única e somente duas válvulas por cilindro (para favorecer o torque, segundo o fabricante), confi guração que praticamente desapareceu dos motores de projeto mais moderno.

As duas versões dos motores Firefl y pertencem à família de motores GSE (sigla de Global Small Engine - motor compacto global) e possuem as mesmas dimensões de pistão e cilindro, além de variador de fase na árvore de comando. Essa árvore de comando é conectada à árvore de manivelas através de uma corrente (Fig.2), uma novidade nos motores “pequenos” modernos da Fiat.

Essa corrente não possui nenhum gomo colorido/ diferenciado, ao contrário do que normalmente se vê e, segundo o fabricante, dispensa manutenção e sua durabilidade supera os 200 mil quilômetros. O variador de fase possui posição específica de montagem na árvore de comando de válvulas, assim como o volante do motor na árvore de manivelas. Porém, a engrenagem da árvore de manivelas (que também aciona a bomba de óleo) não possui posição de montagem.

Para serem corretamente postos em sincronismo, os motores Firefl y demandam 3 ferramentas especiais. A árvore de comando de válvulas possui duas faces planas,que convergem de um lado e divergem do outro. Essas faces formam um encaixe no qual é instalada a ferramenta 141018-00B. Esse encaixe é localizado entre os cames do 1º cilindro (motor 1.0) ou do 2º (motor 1.3).

O volante do motor possui um pequeno rasgo no qual é instalada a ferramenta 141018-00D. Na versão de 3 cilindros, a polia da árvore de manivelas possui um contrapeso, para reduzir vibrações. Por conta disso, essa polia deve ser montada de forma que o seu contrapeso fi que corretamente posicionado, o que é feito com a ajuda do pino 141018-00C.

Assim como em outros motores modernos, nos motores Firefl y vários componentes estão “agrupados”. A tampa metálica da corrente aloja a bomba d’água, além da bomba de óleo e o seu “pescador”, e parte dos parafusos do cárter é fixada nela, o que obriga a remoção desses e de outros componentes quando se necessita acessar a corrente de distribuição.

Além disso, outros componentes como alternador, motor de partida e até mesmo o tubo intermediário do escapamento precisam ser removidos para a execução do procedimento. O procedimento para sincronismo em si, porém, não apresenta grandes dificuldades e é feito estando o pistão do 1º cilindro em PMS.

Procedimento

Desmontagem:

1 - Erga o veículo.

2 - Remova a roda dianteira direita e, em seguida, a cobertura interna da caixa de roda.

3 - Remova a cobertura da correia poly-v.

4 - Remova o protetor de cárter (se equipado).

5 - Em um papel, desenhe a posição de instalação da correia poly-v.

6 - Marque o sentido de rotação da correia poly-v, caso


  • Compartilhe

©2018. Ferramentas Caxias